Aplicativo “Estou Bem” para monitorar idosos

Quem não tem um familiar idoso que mora sozinho? E quem não se preocupa com este familiar, ligando ou visitando-o constantemente?

Pensando em situações como esta, acabei de liberar a versão inicial do aplicativo “Estou Bem”. Ele permite monitorar e ter uma resposta imediata em caso de necessidade. Claro que depende da cooperação da pessoa…

Você vai precisar de um celular com internet (Wi-Fi ou 3G) para deixar com a pessoa a ser monitorada. Não precisa ser nenhum celular top de linha. Aquele seu celular mais simples e com alguns anos de utilização é suficiente. O ideal é deixar o equipamento sempre conectado no carregador.

Já a monitoração pode ser efetuada por várias pessoas. Todas terão a mesma informação e alertas.

PASSOS

Para que tudo funcione, siga estes passos:

  • Baixe o aplicativo “Estou Bem” em cada celular a ser utilizado (1 para a pessoa a ser monitorada e quantos você quiser para receberem as informações).
  • Abra o aplicativo em qualquer um dos celulares (emissor ou receptor das mensagens). Na tela de abertura (veja abaixo), informe uma conta de email válida e crie uma senha (anote!). Informe o nome da pessoa que ficará com este celular.
  • Use a mesma conta e senha em cada um dos aparelhos.
  • O último campo deve ser marcado de acordo com o uso: emissor de avisos (apenas 1 aparelho) e receptor de avisos (quantos você quiser).
  • Pronto! O grupo está formado e o monitoramento já pode começar. O aplicativo terá um comportamento distinto se o usuário for o emissor ou os receptores.

COMO FUNCIONA

Agora, como funciona. Para o emissor, uma tela simples mostrará 4 botões:

Já para os equipamentos indicados como receptores, a tela mostra toda as indicações do dia:

A cada acionamento de botão do emissor, caso o aplicativo esteja aberto, os receptores terão a atualização imediata do conteúdo.

Além disso, o 3º e 4º botão acionam uma notificação para os receptores. Mesmo com o aplicativo fechado, serão mostradas notificações correspondentes ao que foi acionado. Veja exemplo:

As notificações são coloridas da mesma forma que os botões.

Os 2 primeiros botões não geram notificação, já que são situações “normais”. Mesmo assim, estas indicações ficam registradas e podem ser consultadas a qualquer momento.

Além dos registros e notificações acionadas pelo emissor, há um caso especial: o aviso de permanência fora de casa por mais de x minutos. Através do ícone de menu (lateral superior direita) você define qual é o limite máximo de permanência externa. Quando o emissor toca no botão “Vou sair”, um cronômetro é iniciado. Caso não haja a indicação de retorno e o tempo previsto for ultrapassado, um registro e uma notificação é emitida automaticamente.

Claro que toda esta operação de monitoramento depende da aceitação da pessoa que será a emissora dos avisos. O ideal é manter o aparelho em local de fácil acesso e solicitar que sempre que for possível, a pessoa indique que está tudo bem. Isso irá tranquilizar as pessoas da família.

IMPORTANTE

Aviso importante: este monitoramento é apenas um complemento eletrônico! Não pode e não deve ser o único meio de saber se está tudo bem com a pessoa que mora sozinha. Tenha sempre um outro método de contato (telefone, visita, etc.). Afinal, um contato pessoal é sempre mais prazeroso do que telas frias.

Qual o custo? Nenhum! Pela relevância do uso, estou disponibilizando o aplicativo sem custo e sem publicidade.

Se você tiver qualquer sugestão de melhoria, críticas ou comentários, fique à vontade para me enviar.

Bom uso do aplicativo!

OBSERVAÇÕES

  • Versão disponível apenas para ambiente Android.
  • A versão do Android deve ser pelo menos a 4.0.1 (2011).
  • O consumo de dados é mínimo. Qualquer velocidade de conexão é suficiente.
  • Para pessoas que tenham pouca familiaridade com equipamentos modernos, considere cobrir a parte do aparelho que tenham os botões de controle (Menu, Voltar, Home), pois a pessoa poderá tocar sem querer e o aplicativo sairá da tela.

2 thoughts on “Aplicativo “Estou Bem” para monitorar idosos

  • Prezados, eu baixei o app para ser a emissora e uma amiga seria a receptora. Ambas baixamos o app com a mesma conta. Para mim aparecem os botões e eu cliquei no botão LIGAR URGENTE. Ela recebeu a mensagem com um ícone muito discreto e sem som. Aí ela abriu o aviso e aparece um campo para ela enviar uma mensagem e ela me mandou uma mensagem. Daí no meu aparelho leu a mensagem dela como se fosse eu . A mensagem é lida a viva voz e inclusive repetida uma vez. Parece que algo está trocado, porque eu não consigo mandar nenhuma mensagem para ela. Só consigo acionar o botão. E é ela quem consegue enviar uma mensagem. Agradeço sua atenção

    • Vou tentar esclarecer os pontos citados:

      1 – São 2 configurações distintas como você percebeu: o EMISSOR (pessoa a ser cuidada), que é quem será monitorado, e o(s) RECEPTOR(OS) (responsáveis), que irão receber as notificações e tomar as ações necessárias.

      2 – A tela do emissor é a mais simples possível: apenas os botões de situação. Já a tela do receptor tem mais informações de visualização das notificações e também o envio de uma mensagem por texto, que será lida no app do emissor.

      3 – O som da notificação depende do volume de notificações do aparelho do receptor. É preciso verificar a configuração do aparelho que vai receber as notificações (receptores) para que o volume seja audível.

      4 – Quando um dos receptores envia uma mensagem de texto, ela é lida 2 vezes pelo app configurado como emissor. Isso é feito para que o receptor possa pedir alguma ação do emissor. Pode parecer estranho o emissor “receber” a mensagem, mas o conceito é este mesmo: receber um retorno de um dos receptores na forma mais simples: por voz. Pense na seguinte situação: o emissor toca no botão “ligar urgente”, os receptores recebem a notificação mas não conseguem ligar por qualquer motivo (linha ocupada, falha no telefone, etc.). Nesta situação, por exemplo, qualquer um dos receptores (responsáveis) pode enviar uma mensagem para ser falada, algo como “desligue o telefone”, “coloque o telefone no gancho”, “estou indo para aí”, etc.
      Colocar esta função de enviar mensagem ao emissor exigiria um conhecimento técnico e habilidade com o aparelho normalmente não presente em pessoas de maior idade ou com alguma dificuldade motora.

      Ficou clara a intenção do app? Se você tiver alguma sugestão ou melhoria, por favor, me envie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *